Metodologia colaborativa na educação: conceito e vantagens

Por Aline Marques

O método colaborativo é uma transformação na forma de agir e se posicionar no processo ensino/aprendizagem, corresponde a uma atividade em que os participantes compartilham suas dificuldades e conhecimentos, se enriquecendo mutuamente [1]. O método pode-se definir como interação social, onde não é apenas o compartilhamento de conhecimento que é a característica principal, mas também o envolvimento de todos na construção e manutenção do conhecimento, originado da interação participativa de todos os envolvidos na atividade colaborativa [1].

A aprendizagem colaborativa é uma metodologia de aprendizagem, pois por meio do trabalho em grupo e pela troca entre os pares, as pessoas envolvidas no processo aprendem juntas [2]. Não há dados que comprovem quando se iniciou a ideia de reunir indivíduos a favor de um objetivo em comum, entretanto, sabe-se que o trabalho em equipe é um método antigo e utilizado desde o homem pré-histórico.

No ambiente escolar, muitos professores favorecem o trabalho em equipe, entretanto, o sistema escolar atual exige notas e avaliações individuais para chegar à aprovação e reprovação dos alunos. Dentro das salas de aula pode ser um tanto quanto difícil fazer com que os alunos trabalhem em equipe. Uma porque em muitos casos os alunos se preocupam com notas, por isso em um trabalho grupal o aluno que sabe mais acaba fazendo a maior parte do trabalho para “ajudar” os outros, já que talvez sua preocupação é que o colega tire boas notas.

Muitos professores buscam mudanças no contexto escolar, tentando realizar mais interações entre os alunos. A interação é como um apoio, pois imprime um caráter de coletividade para a própria realidade do ensino, na qual a dinâmica didática apresentará uma ação efetiva e concreta entre os protagonistas do processo ensino aprendizagem [1].

Fazer com que os alunos se envolvam em uma atividade entre si que permitam manifestar, concordar ou discordar, acrescentar, refutar afirmações em um espaço como ambiente de aprendizagem permite-nos analisar a perspectiva da concepção de aprendizagem envolvida em tal processo [1]. Todos os alunos envolvidos na aprendizagem colaborativa são automaticamente responsáveis por seu progresso, progresso do seu grupo ou até mesmo no fracasso, num relacionamento solidário e sem hierarquias. Cria-se então a responsabilidade entre os alunos mostrando que a culpa do fracasso nem sempre é só do professor [2].

 

Referências:

 

SILVA, Vitor de Almeida. A aprendizagem Colaborativa como método de apropriação do conhecimento químico em sala de aula. 2011. 144 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2011. Disponível em: <https://mestrado.prpg.ufg.br/up/97/o/Dissertação_-_Vitor_de_Almeida_Silva.pdf?1332271839>. Acesso em: 26 mar. 20017.

 

TORRES, P. L. Laboratório on-line de aprendizagem: uma experiência de aprendizagem colaborativa por meio do ambiente virtual de aprendizagem. UNICAMP, Campinas, v. 27, n. 73, p. 335-352, set./dez. 2007.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *